Reforma da Previdência

Temer cancela 422 mil benefícios sociais da população mais vulnerável do país

Até o final do ano mais cortes deverão atingir trabalhadores em situação de vulnerabilidade, como os beneficiários do BPC e aposentados por invalidez [Escrito por: Luciana Waclawovsky, especial para Portal CUT] Às vésperas de completar dois anos do golpe de Estado, o governo ilegítimo e golpista de Michel Temer (MDB-SP) anunciou que irá cancelar 422 mil benefícios sociais. Destes, 228 mil são de auxílios-doença, 151 mil Benefícios de Prestação Continuada (BPC) e 43 mil de aposentadorias por invalidez. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (16), em Brasília, pelos ministros do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, e do Planejamento, Esteves Colnago. Eles disseram que diversos programas sociais estão sendo revisados com o - Leia mais [...]

Previdência: ‘O que nós precisamos é de emprego e o Brasil crescendo’, diz Gabas

Ex-ministro dos governos Lula e Dilma lembra que até 2015 as contas da Previdência estavam no azul. Atuais desequilíbrios são causados pelo aumento do desemprego [Escrito por: Rede Brasil Atual] “Nós não precisamos de uma reforma que tira direitos. O que nós precisamos é de emprego e o Brasil crescendo”, afirma o ex-ministro da Previdência Carlos Gabas (governos Lula e Dilma), em um dos vídeos de uma série produzida pela TVT que rebate os principais pontos defendidos pelo governo Temer, veiculadas durante a programação. Gabas lembra que a mesma história de que o sistema público de aposentadorias estaria prestes a falir é contada há mais de 30 anos, quando ele começou a trabalhar no INSS. O - Leia mais [...]

Idade mínima da aposentadoria pode ser maior do que 65 anos

“Daqui a pouco, trabalhadores e trabalhadoras terão de trabalhar até os 100 anos para sonhar em se aposentar”, diz vice-presidenta da CUT Mais uma armadilha do ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) na nova proposta de reforma da Previdência pode prejudicar ainda mais os trabalhadores e as trabalhadoras. Cada vez que a pesquisa do IBGE indicar aumento da expectativa de vida, subirá também a idade mínima para a aposentadoria. Isso significa que a idade mínima poderá ser de mais de 65 anos para os homens e de mais de 62 anos para as mulheres. Essa espécie de “gatilho” para a idade mínima significa praticamente o fim da aposentadoria, sobretudo para a parcela mais - Leia mais [...]

Temer ataca até as viúvas: com reforma, elas receberão menos

Desmonte da Previdência reduz em 40% pensão por morte e limita acúmulo de benefícios em até 2 salários mínimos [Escrito por: Érica Aragão / CUT Nacional] Caso a reforma da Previdência seja aprovada, o valor da pensão por morte será reduzido e o acúmulo de benefícios, como pensão e aposentadoria, só poderá ser feito se o valor da pensão não ultrapassar dois salários mínimos. O novo texto do projeto que circula nos bastidores do Congresso Nacional diz que “na concessão do benefício de pensão por morte, o valor equivale a uma cota familiar de 50% acrescida de cotas de 10 pontos percentuais por dependente, até o limite de 100%”. Isso - Leia mais [...]

Denise Gentil: governo tenta convencer população com publicidade cínica

“Como é possível para a população compreender que ela tem que pagar a conta de uma reforma quando o governo está fazendo uma brutal transferência de receitas para grandes conglomerados e corporações?” [Eduardo Maretti / Rede Brasil Atual] As contas do governo Michel Temer reservaram, de janeiro a junho de 2017, R$ 100 milhões para o setor de comunicação, especificamente para a reforma da Previdência. O Planalto prevê mais R$ 72 milhões para combater a resistência da população e tentar diminuir a pressão a deputados e senadores em suas bases para que votem a favor da reforma. Os parlamentares estão muito preocupados, já que no ano que vem haverá eleições - Leia mais [...]

Manifestação contra a Reforma da Previdência

Orientação da CUT Minas [Escrito por: CUT Minas] Mobilizações e pressão contra a pauta golpista estão mantidas Diante do anúncio feito pelas Centrais Sindicais nacionais de suspensão da greve nacional convocada para o dia 5 de dezembro, orientamos em Minas Gerais: 1. Manutenção de toda a nossa programação de panfletagens, atividades com a sociedade, pressão a deputados federais e táticas de comunicação definidas coletivamente com os movimentos sociais e sindicatos. 2. Manutenção da mobilização já convocada para o dia 05 de dezembro em Belo Horizonte com concentração às 17 horas na Praça Afonso Arinos. Este dia continua sendo de luta contra a reforma da previdência em articulação com movimentos sociais - Leia mais [...]

Com a reforma, aposentadoria de quem contribui por 15 anos cai de 85% para 60%

[Escrito por: Ricardo Marchesan/Uol] Se a proposta de reforma da Previdência for aprovada, o trabalhador poderá se aposentar após 15 anos de contribuição ao INSS, como acontece atualmente. No entanto, receberá um valor menor do que receberia hoje. Pelas regras atuais, após 15 anos de contribuição, esse trabalhador tem direito a receber 85% da sua aposentadoria integral. Pelas novas regras, cairia para 60%. As novas regras propostas estabelecem que, para se aposentar, os homens precisarão ter no mínimo 65 anos e as mulheres, 62 anos. Ambos devem ter contribuído pelo menos 15 anos com o INSS — para servidores públicos, serão pelo menos 25 anos de contribuição. A reforma da - Leia mais [...]

Temer quer aprovar novas e perversas regras na aposentadoria

5/12 – Dia de Greve em todo o Brasil contra o fim da aposentadoria e em defesa dos direitos trabalhistas [Escrito por: Tatiana Melim e Marize Muniz / CUT] A nova proposta de desmonte da Previdência Social anunciada pelo governo do ilegítimo Michel Temer (PMDB-SP) é tão ou mais perversa do que as anteriores. As trabalhadoras e os trabalhadores do setor público e do privado serão prejudicados em todas as situações impostas pelas novas regras que devem ser votadas no próximo dia 6 de dezembro na Câmara dos Deputados. Se a reforma for aprovada, as trabalhadoras e os trabalhadores terão de trabalhar mais, enfrentar mais condições precarizadas que foram legalizadas - Leia mais [...]

INSS trata trabalhador doente como fraudador de benefícios

Perícias negam auxílio-doença mesmo a quem claramente não tem condições de trabalhar. Ao mesmo tempo, órgão tem prejuízo de R$ 1,1 bi em benefícios pagos a pessoas já falecidas. Trabalhadores são prejudicados ainda com reforma da Previdência e operação pente fino [Escrito por: Andréa Ponte Souza /  SpBancários] Desde que teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC), em 2016, a bancária do Santander Rose Mary Freitas, 55 anos, respira com o auxílio de um cilindro de oxigênio, que ela tem de carregar para qualquer lugar que vá. O AVC não deixou apenas sequelas respiratórias. Rose Mary também ficou com problemas no coração, nas cordas vocais, perdeu parte da visão direita, ficou com - Leia mais [...]

Dia Nacional de Luta tem protestos e panfletagens pelo país

Metalúrgicos se unem a outras categorias para impedir roubo dos direitos trabalhistas [Escrito por: CUT Nacional] Neste Dia Nacional de Luta, Protestos e Panfletagens, sindicatos de metalúrgicos se uniram em todo o país e, ao lado de outras categorias, promoveram mobilizações para barrar a Reforma Trabalhista e impedir a votação da Reforma da Previdência. Em São Paulo, cerca de 1.500 pessoas fizeram um protesto em frente à Superintendência Regional do Trabalho. A concentração começou às 9h na Praça Ramos e os manifestantes seguiram em passeata em ato unificado de sindicatos de metalúrgicos ligados à CUT e às demais centrais. A categoria definiu que realizará uma plenária unificada no dia 29 de - Leia mais [...]