notícia

NOTA DE PESAR – Falecimento da mãe do diretor Budega

É com profundo pesar que o Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) comunica o falecimento da mãe de nosso diretor José Expedito dos Santos Ferreira (Budega). A senhora Ana dos Santos Ferreira, 89 anos, encontrava-se em internação hospitalar há sete dias e faleceu na noite desta sexta-feira (16). O corpo está sendo velado na igreja Assembleia de Deus do bairro Jacuí (Monlevade), na rua Ametista, nº 195. Enterro às 16h30 no Cemitério do Baú. Expressamos nossos sentimentos ao nosso companheiro Budega, aos demais parentes e amigos da família. Sindicato dos Metalúrgicos de João Monlevade (Sindmon-Metal) – 17 de novembro de 2018 - Leia mais [...]

Falta trabalho para 27,3 milhões e o único emprego que cresce é o informal

Postos de trabalho sem carteira ou autônomos são os únicos que crescem no mercado de trabalho. Desempregados somam 12,5 milhões. Total de subutilizados e desalentos continua aumentando [Escrito por: Redação CUT] No Brasil da reforma Trabalhista do ilegítimo e golpista Michel Temer (MDB-SP), falta emprego para 27,3 milhões de pessoas e a geração de vagas formais de trabalho, com registro em carteira e direitos garantidos, estagnou e deu lugar a criação de postos informais, sem direitos e em condições precárias de trabalho. É o que mostra a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, divulgada nesta terça-feira (30). Segundo levantamento do trimestre encerrado em setembro, trabalhadores e trabalhadoras - Leia mais [...]

“Da nossa ação depende a existência da democracia”

Presidente da CUT, Vagner Freitas, convoca a militância popular para intensificar a luta e derrotar definitivamente o golpe e a ameaça fascista que assombra a democracia brasileira [Escrito por: Tatiana Melim / CUT Nacional] Assim que ficou definido que haveria segundo turno na eleição para Presidência da República entre Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL), o presidente da CUT, Vagner Freitas, divulgou uma nota afirmando que a luta nessa batalha final para derrotar o golpe, o desemprego, o retrocesso nos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras e a fome que voltou a assombrar o Brasil deve ser intensificada nos próximos 20 dias. “Cada um de nós tem a obrigação de - Leia mais [...]