Lei trabalhista é ‘retrocesso jurídico e social’, diz ministra do TST

Desembargadora do TRT gaúcho aponta prejuízos à mulher no mercado de trabalho, enquanto ex-presidente da OAB afirma que com as mudanças o ser humano volta a ser tratado como “coisa” [Escrito por: Vitor Nuzzi / Rede Brasil Atual] São Paulo – A ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Delaíde Antares vê “um grande retrocesso jurídico e social” na nova legislação trabalhista, com a entrada em vigor da Lei 13.467. “Essa lei teve uma tramitação apressada”, acrescentou, lembrando que peças como o Código Civil, entre outras, levaram anos para serem concluídas. A desembargadora participou de debate no segundo dia da 23ª Conferência da Advocacia Brasileira, nesta terça-feira (28), em São […]

Associação de juízes critica presidente do TST e diz que ele fala só em seu nome

Em entrevista, presidente do TST defendeu corte de direitos como meio de manter empregos Ao defender corte de direitos como medida para manter empregos, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Filho, fala em nome próprio, sem representar o pensamento da magistratura, diz a vice-presidenta da Anamatra (associação dos magistrados do Trabalho), Noemia Porto. Durante audiência pública no Senado, nesta segunda-feira (6), ela comentou entrevista de Gandra publicada na edição de hoje do jornal Folha de S. Paulo. Segundo Noemia, a entrevista deve ser vista com respeito, por conter a interpretação do ministro, mas ele “fala em seu nome e não em nome da Justiça do Trabalho”, formada por […]

Presidente do TST erra ao dizer que o que gera emprego é retirar direitos, diz Vagner

Vagner Freitas rebate entrevista de Ives Gandra à Folha dizendo que para economia crescer e gerar emprego é preciso investimentos [Escrito por: CUT Nacional] Sem investimentos em máquinas, ciência, tecnologia e educação o país não voltará a crescer, muito menos gerar emprego decente e renda. Esta foi uma das afirmações que o presidente Nacional da CUT, Vagner Freitas, fez em seu  blog nesta segunda (6), em texto que critica entrevista sobre reforma Trabalhista dada pelo presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho), Ives Gandra da Silva Martins Filho, à Folha de S Paulo. Entre outras coisas Gandra afirmou que “é preciso flexibilizar direitos sociais para haver emprego”. Para o presidente […]

ZÉ MARRETA Nº 1386 – Arcelor tenta interferir na comissão do Sindicato

 [PDF AQUI]: EDIÇÃO Nº 1386 – 20/10/2017 ArcelorMittal tenta interferir na comissão negocial do Sindicato e atrasa discussão de PLR e reajuste / Campanha se desenvolve enquanto se aproxima data de início de vigência de reforma que corta direitos / Sime precisa agendar reunião do Grupo 19 / MPT vai apurar irregularidades na Arcelor / Reforma trabalhista: precisamos anular essa lei / ATENÇÃO, TRABALHADORES QUE RECEBEM ADICIONAL DE INSALUBRIDADE! / Tabela da Laminação

Reforma trabalhista: “É preciso pensar e agir de forma estratégica”, diz jurista

Legislação ataca direitos coletivos da classe trabalhadora [Escrito por: Gibran Mendes / CUT-PR] A Reforma Trabalhista, que entrará em vigor no próximo dia 11 de novembro, tornou imprescindível “pensar e agir de forma estratégica para saber qual é o papel dos sindicatos”. A análise é do advogado especialista em direito coletivo do trabalho, José Eymard Loguércio. Ele participou nesta sexta-feira (6) do Encontro Jurídico da CUT Paraná com a temática “O Futuro do Direito Sindical Após a Reforma Trabalhista”, realizado em Curitiba. Loguércio, que é advogado da CUT Brasil, apresentou uma pesquisa, de 2015, do IBGE, que trazia em uma das questões o motivo da não sindicalização dos trabalhadores. “O […]

Dia Nacional de Luta tem protestos e panfletagens pelo país

Metalúrgicos se unem a outras categorias para impedir roubo dos direitos trabalhistas [Escrito por: CUT Nacional] Neste Dia Nacional de Luta, Protestos e Panfletagens, sindicatos de metalúrgicos se uniram em todo o país e, ao lado de outras categorias, promoveram mobilizações para barrar a Reforma Trabalhista e impedir a votação da Reforma da Previdência. Em São Paulo, cerca de 1.500 pessoas fizeram um protesto em frente à Superintendência Regional do Trabalho. A concentração começou às 9h na Praça Ramos e os manifestantes seguiram em passeata em ato unificado de sindicatos de metalúrgicos ligados à CUT e às demais centrais. A categoria definiu que realizará uma plenária unificada no dia 29 de […]